Você decidiu fazer uma cirurgia plástica? Leia esta lista de 5 tópicos que você precisa saber

Antes de realizar uma cirurgia plástica vale lembrar da importância de se esclarecer sobre o procedimento a ser realizado, seja ele qual for. O sucesso da cirurgia plástica começa com um bom planejamento, escolha de um profissional competente, saber o que se deve fazer para a preparação cirúrgica e após a mesma.

Neste artigo temos uma lista dos 5 tópicos básicos que você precisa saber para uma melhor preparação para sua cirurgia.

PLANEJAMENTO CIRÚRGICO

  • Se informe sobre as técnicas disponíveis para o seu caso e como será sua cirurgia;
  • Pergunte qual será o tipo de anestesia;
  • Sobre tempo de cirurgia e se é preciso ter internação; Se informar se existe necessidade de dormir no hospital. Cerca de 90% recebem alta no mesmo dia;
  • Verificar se é preciso um tratamento pré-operatório e como será o pós-operatório da sua cirurgia;
  • Reservar dinheiro para tratamento estético como a drenagem linfática, compra de medicamentos e eventuais intercorrências;
  • Saber os riscos da sua cirurgia, como são as cicatrizes grandes; Esteja ciente que nem todas as cicatrizes evoluem bem e que você pode ser uma destas, existem fatores que não são controláveis. Não depende do médico e nem de você.
  • Escolher um cirurgião plástico especialista no que você quer modificar. Se informe com que frequência ele faz este tipo de cirurgia.
  • Planejamento quanto ao afastamento no trabalho, atividade física e local de repouso é fundamental. Esteja certa de que tem alguém para te apoiar durante a recuperação. Evite visita de “curiosos” antes do resultado final. Já basta a sua ansiedade!;
  • Ver quais os resultados podem ser alcançados com a cirurgia no seu corpo. Lembre-se seu corpo nunca ficará igual ao da sua amiga ou de artistas. Tenha expectativa realista. Caso o resultado que você deseja não for possível, não arrisque. Desista do procedimento!

ANESTESIA

A anestesia em cirurgia plástica é de fundamental importância para o conforto e segurança do paciente. Existe para cada cirurgia um tipo específico de anestésico. Pode-se utilizar vários tipos como:

  • Sedação (para procedimentos estéticos dolorosos);
  • Local + sedação (nas otoplastias, blefaroplastias, ritidoplastias, rinoplastias, lipoaspiração);
  • Anestesia geral (ritidoplastia, rinoplastias, mamoplastia, lipoaspiração, abdominoplastias, etc.);
  • Bloqueios regionais + sedação (raquianestesia e peridural, nos casos de mamoplastias, abdominoplastias, lipoaspiração).

Em todas as cirurgias deve existir uma avaliação prévia dos riscos através de questionários e exames específicos. Os procedimentos cirúrgicos em ambiente hospitalar possuem adequada e completa monitorização visando sempre a segurança do paciente.

DÚVIDAS PRÉ OPERATÓRIO

  •  Alimentação adequada: a cicatrização, facilidade de recuperação e resultado da cirurgia são influenciados diretamente pelo estado nutricional. É importante iniciar a alimentação correta algumas semanas antes do procedimento.
  • Parar de fumar. O cigarro piora a circulação, diminui a oxigenação e aumenta as chances de trombose e embolia pulmonar. Além disso, afeta o pulmão que atrapalha as trocas gasosas e eleva o risco de infecção pulmonar no pós operatório;
  • Atenção aos contraceptivos hormonais. Principalmente nas cirurgias do contorno corporal e naquelas de maior duração, o risco de trombose venosa (coágulo nas veias) e embolia pulmonar (quando este coágulo é deslocado para o pulmão ). Converse com seu médico e busque uma alternativa;
  • Não usar substâncias que afetem a coagulação;
  • Algumas medicações que contenham o AAS (Ácido Acetil Salicílico, como Aspirina, Melhoral, Bufferin, Doril e outros) prejudicam o sistema de coagulação (altera adesividade das plaquetas) e podem provocar sangramentos excessivos e hematomas (acúmulo de sangue). Algumas substâncias “naturais” como Ginkgo Biloba, alguns alimentos ricos em salicilato (gengibre, curry, açafrão, orégano e menta). Portanto informe e tire as dúvidas com seu médico;
  • Composição corporal adequada: Tanto o sobrepeso e obesidade quanto o baixo peso são ruins para a cicatrização, para os procedimentos anestésicos, recuperação e resultados estéticos. Veja se está com o peso ideal;
  • Evitar exposição solar: afeta a hidratação da pele e pode causar lesões que interfiram na cicatrização;
  • Evitar medicamentos para perda de peso: são múltiplas ações maléficas. Alguns são diuréticos, outros podem elevar a pressão arterial, causar arritmia e infarto do miocárdio. Fale sobre isso com seu médico;
  • Se o paciente estiver com gripe, resfriado ou qualquer infecção o médico deve ser comunicado. Muitas vezes uma pequena lesão como acne (espinha) próxima ao local da cirurgia pode ser desastroso

DÚVIDAS PÓS OPERATÓRIO

  1. Respeite o período de repouso indicado. Após a alta médica, você terá um longo e fundamental período de recuperação. Lembre-se que um comportamento inadequado por parte do paciente pode prejudicar todo um trabalho.
  2. Algumas cirurgias exigem o uso de cintas/malhas compressivas ou sutiãs cirúrgicos. O uso dos mesmos é imprescindível, pois contribuem para o funcionamento dos sistemas circulatório, sanguíneo e linfático, favorecendo o restabelecimento dos tecidos traumatizados. Também auxiliam na formação de cicatrizes mais finas e uniformes evitando, em alguns casos, manchas e cicatrizes desagradáveis.
  3. Caso observe qualquer sintoma estranho ou que não tenha sido descrito como provável pelo seu cirurgião plástico, comunique-o imediatamente. Não esconda dados importantes, como a ingestão de medicamentos alternativos, bebidas alcoólicas ou outras substâncias.
  4. Compareça a todas as consultas médicas agendadas, aos curativos, às sessões de drenagem linfática com a fisioterapeuta. Tudo isso é essencial para uma recuperação rápida e completa.
  5. A orientação do seu médico é a mais importante. Não compare sua recuperação ou resultado com o de amigas, artistas ou de curiosos. Você é única (o) e uma conduta personalizada deve ser adotada. Tenha paciência. Você será recompensada.

DICAS PARA PÓS OPERATÓRIO

Após a cirurgia plástica é hora de cuidar do pós-operatório e tudo deve ser seguido à risca para evitar hematomas, cicatrizes, inflamações, inchaços e outras complicações.

  • Repouso;
  • Seguir as instruções do cirurgião e sua equipe para movimentos na área operada;
  • Cada procedimento tem seu período especifico de repouso e restrições;
  • Medicamentos e dor: perguntar para o médico quais remédios você pode tomar em caso de dor e tomá-los nos horários corretos; Habitualmente são prescritos antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios, Siga as instruções corretamente;
  • Curativos: voltar ao hospital ou clínica para troca de curativos nos dias agendados;
  • Seguir as orientações para não molhar e tipo de higiene específica para o tipo de procedimento que realizou.
  • Ter uma alimentação leve;
  • Ver com seu médico como será o procedimento de banho. Se a recomendação for não lavar o local, não lave.
  • Ver se você pode fazer tratamento de drenagem linfática na área para evitar hematomas;
  • Usar cintas sempre que for possível e indicado.

Orientações para manter a cirurgia plástica e fazê-la durar

  • Após a cirurgia plástica você precisa cuidar mais da saúde do seu corpo para que os resultados sejam duradouros e você fique satisfeito;
  • Visitar um nutricionista: peça uma dieta balanceada e equilibrada para manter seu corpo em forma;
  • Ver se seus hormônios estão controlados. Visite um endocrinologista;
  • Ir ao dermatologista e procurar um tratamento estético adjuvante para intensificar seu resultado. O uso do filtro solar todos os dias é fundamental;
  • Manter as drenagens linfáticas. Isso ajuda a controlar a celulite , diminuir os inchaços e a retenção de líquidos;
  • Praticar exercícios físicos de forma regular e orientada.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *